artigos etiquetados por ‘vampiro’
revista digital minatura #133, dossier vampiros
05.04.2014arquivado em: CoVeRS, DiaRiuM, TiNTa FReSCa 0

Tenho orgulho de ter publicadas duas histórias minhas na Digital miNatura #133.

revista digital minatura: vampiros
27.02.2014arquivado em: DiaRiuM, TiNTa FReSCa 0

Já foi disponibilizada a capa da revista digital miNatura, tema Vampiros, na qual será publicada uma história minha.

odeio sudoku! (excerto)
04.02.2014arquivado em: DiaRiuM, TiNTa FReSCa 3

Terminei a minha história sobre vampiros para enviar para a Revista Digital miNatura 133.

a transformação
30.12.2012arquivado em: DiaRiuM, TiNTa FReSCa 0

Hoje pela madrugada dentro estava com os pés completamente gelados e o resto do corpo a tremer que nem decrépitas bandeiras de Portugal penduradas nas varandas ao sabor do vento. Quando o frio começou a subir pelas canelas e a alastrar pelos membros inferiores temi pela saúde do meu pénis e dos meus exuberantes testículos.

não sei a que horas me deitei, apenas às que me levantei, versão iii
21.02.2012arquivado em: DiaRiuM, NeGaTiVoS 0

a terceira versão.

não sei a que horas me deitei, apenas às que me levantei, versão i
21.02.2012arquivado em: DiaRiuM, NeGaTiVoS 0

a primeira versão.

nova limpeza
14.07.2011arquivado em: DiaRiuM 0

Sem paciência para terminar alguns romances policiais. Nada a ver com as obras em si. Mais com o não estar virado actualmente para este género.

o apelo da lua
10.03.2011arquivado em: DiaRiuM 0

“O Apelo da Lua” de Patricia Briggs tem desde logo um grande aspecto negativo: cria o desejo de ser lido sem paragens – pois… é viciador. Claro que este aspecto é um, digamos, falso negativo.
Esta edição da Saída de Emergência, editada em Setembro de 2010, traz uma autora que com este livro criou personagens cativantes e um mundo fantasticamente “convincente”. As personagens estão bem construídas e o mundo fantástico tem pormenores interessantes.

vampire hunter d
02.02.2011arquivado em: DiaRiuM 1

Vampire Hunter D (volume 1) novela escrita por Hideyuki Kikuchi e com ilustrações de Yoshitaka Amano faz parte de uma série que teve o seu início em 1983.

a luz miserável
21.11.2010arquivado em: DiaRiuM 1

A hora ou a altura do dia é indiferente. Onde reina a música da perpétua escuridão e o tempo não corre esses artifícios humanos são uma natural anedota. O local é uma gruta que possuía uma viscosidade agradável e que transpirava uma doce podridão admirada por muitos, mas que exigia um laborioso trabalho de manutenção. E nem todos os horrores estavam com disposição para comer humanos numa dieta regular, expelir excrementos de alma e cuidar durante séculos desse perpétuo jardim de bosta anímica.

  • copyright © 1999.2014 porta VIII. all rights reserved | todos os direitos reservados.
  • porta VIII é corajosamente alimentado pelo wordpress
são regularmente gastos na produção e manutenção deste blog uns bons pedaços de caldo, suaves e frutadas cervejas.